Ariel

Anjo Ariel

Este anjo auxilia a agradecer a Deus os bens
que nos envia. Revela através dos sonhos os
segredos da natureza e fazem encontrar objetos
que desaparecem. Quem nasce sob esta
influência terá idéias geniais, pensamentos
sublimes, espírito forte e sutil. Será discreto,
agindo com prudência e conseguindo resolver
os problemas mais difíceis, tomando decisões
na hora certa. Todo o mundo angelical estará a
sua disposição, graças ao seu trabalho na Terra.
Ocupará lugar de destaque na sociedade.
Envolvendo-se com os problemas das pessoas
que o procuram, encontra com sabedoria o
caminho certo. Todos os aspectos de sua vida
estão predispostos ao triunfo. Seu raciocínio faz
com que, astralmente, carregue uma coroa de ouro
que significa a posse da luz intelectual.
Poderá fazer sucesso em qualquer atividade
relacionada a recursos humanos. Seu interesse
pelo estudo dos minerais, principalmente cristais
e botânica, abrirá seu caminho para atividades
nessas áreas. Por sua beleza e poder de sedução,
poderá viver e trabalhar no meio artístico.

Número de sorte: 14

Mês de mudfanças: maio

Horário: das 15:00 às 15:20 horas

Salmo: 144

Categoria: Virtudes

 

Virtudes

A categoria angelical, cuja atribuição é orientar a respeito da sua missão e cumprimento do karma, é denominada de Virtude. O Arcanjo Rafael é o seu Príncipe. As pessoas cujas datas de nascimento são regidas por esta categoria angélica são críticas e um pouco introspectivas pela necessidade que têm de analisar tudo mentalmente. Sabem ponderar os acontecimentos e são capazes de dar bons conselhos. São pessoas muito consideradas, muito solicitadas pelas suas qualidades e capacidade de resolução de problemas. Também possuem um alto senso de praticidade, organização, além de grande poder de observação. Não são muito expansivas, mas quando demonstram seu carinho, são delicadas e gentis, apreciando fazer surpresas. Valorizam muito a natureza e são amantes da beleza natural. Necessitam de um lugar calmo e sem complicações para que possam viver tranquilamente. Suas decisões são acertadas e construtivas.

Salmo 144
1 Bendito seja o Senhor, minha rocha, que adestra as minhas mãos para a peleja e os meus dedos para a guerra;

2 meu refúgio e minha fortaleza, meu alto retiro e meu e meu libertador, escudo meu, em quem me refugio; ele é quem me sujeita o meu povo.

3 Ó Senhor, que é o homem, para que tomes conhecimento dele, e o filho do homem, para que o consideres?

4 O homem é semelhante a um sopro; os seus dias são como a sombra que passa.

5 Abaixa, ó Senhor, o teu céu, e desce! Toca os montes, para que fumeguem!

6 Arremessa os teus raios, e dissipa-os; envia as tuas flechas, e desbarata-os!

7 Estende as tuas mãos desde o alto; livra-me, e arrebata-me das poderosas águas e da mão do estrangeiro,

8 cuja boca fala vaidade, e cuja mão direita é a destra da falsidade.

9 A ti, ó Deus, cantarei um cântico novo; com a harpa de dez cordas te cantarei louvores,

10 sim, a ti que dás a vitória aos reis, e que livras da espada maligna a teu servo Davi.

11 Livra-me, e tira-me da mão do estrangeiro, cuja boca fala mentiras, e cuja mão direita é a destra da falsidade.

12 Sejam os nossos filhos, na sua mocidade, como plantas bem desenvolvidas, e as nossas filhas como pedras angulares lavradas, como as de um palácio.

13 Estejam repletos os nossos celeiros, fornecendo toda sorte de provisões; as nossas ovelhas produzam a milhares e a dezenas de milhares em nossos campos;

14 os nossos bois levem ricas cargas; e não haja assaltos, nem sortidas, nem clamores em nossas ruas!

15 Bem-aventurado o povo a quem assim sucede! Bem-aventurado o povo cujo Deus é o Senhor.
Voltar ao topo